Maio  Para Dona Neguinha. e todas as mães e mulheres que acreditam que podem fazer a diferença.             Chegamos em maio, dizem que é um mês feminino… fortuitamente o ano se aproxima do meio e eu permaneço em meio à […]

Maio


Conto sobre abandono de idoso
ONDE ESTARÃO OS MEUS? Aos pais órfãos de filhos Segunda-feira de manhã Acordei sem muito ânimo hoje, alguém me lembra que o café está na mesa e que é melhor não me demorar. Arrumo o pijama, ele tornou-se roupa oficial, […]

Onde Estarão os Meus?


Cá estou novamente, agora para escrever sobre a curiosa leitura do seu livro. Como se sabe, não sou crítico. O papel que me coube aqui foi outro, o de agradecer-lhe pela afável referência ao amigo e admirador. Um ótimo domingo […]

O amargo papel do crítico



  Em vão, solidão Álvaro Sertano / Danton Medrado   Deparando a solidão posterior às desilusões afronta meu ser, tua perda e paixão. Invocando o saber promissor à redenção inexiste o sofrer provém abolição libertando mentes, corrigindo ações recuperando forças […]

Em vão, solidão


JÁ É ANO NOVO DE NOVO? Danton Medrado   ‘Tô’ pra ver coisa mais apressada do que este tal de calendário, até parece que o mesmo vive de tempo, que por sua vez se alimenta de vida, que se nutre […]

Já é Ano Novo, de novo?


Dance of days
A DANÇA DOS DIAS  – The Dance of Days   Os dias dançam ininterruptamente há 15 anos, e embalam uma multidão de jovens que fazem valer esses dias com a vontade de quem se solta para a liberdade. Sim, os […]

A Dança dos Dias



  Dia Mesquinho para Ricardo F. Souza   Muito embora magro, feio e desprezado Segue firme, incompreendido e mal amado Como um Judas ao esquecimento renegado. Mendigando comida, abrigo e carinho Revirando lixos em becos escuros, sozinho Sobrevive a mais […]

Dia Mesquinho


Formação de Professores numa Perspectiva Anarquista   A escola como a conhecemos hoje, pouco se diferencia daquela de há 100 anos, principalmente no que diz respeito a seus objetivos, estes, alcançados sob a imposição da tirania e da superstição e […]

Formação de Professores numa Perspectiva Anarquista


Revolta Armada   Derrubar o patrão vil O estado e a burguesia Fazer jus à rebeldia Vamos à guerra civil. Trabalhadores oprimidos Partamos para a ação Pois só a revolução Fará justiça aos sofridos. Unidos num mesmo ideal De justiça […]

Revolta Armada



Parte de si plena Alda   Audaciosa espera Alda, ciosa impera Sob a nuvem de fumaça Que paira como ameaça No céu dos insones. No Girondino um café Pode ser chopp até, Sem divagar em sonhos A perscrutar os estranhos […]

Parte de si plena


A CURA   Há uma inigualável infinitude No brilho de teus olhos, Um limiar de eternidade, E quando olho me vejo Refletido na límpida retina Como se fosse parte dela. Há uma transparente imortalidade Em teu sorriso espontâneo, Não é […]

A Cura


Educação Libertária não é utopia Danton Medrado   A educação é fundamental para a formação do sujeito social, este é um princípio básico e indiscutível. Imprescindível para que o indivíduo tenha um entendimento crítico do seu papel em sociedade, de […]

Educação Libertária não é utopia



 A paulistana Michele   Eis que a tênue luz ufana Michele, a paulistana espelhou, E numa candura diáfana Por entre estrelas se espalhou. No mais, beleza incontível Mulher em diamante lapidada, Tão perfeita que se diria impossível (caso não existisse), […]

A Paulistana


cicuta
CICUTA Imediato, Como um raio Mata no ato. Como num sono, Como o milagre do abandono. Se me escutas, Vem, me alivia Cicuta!    

Cicuta


Compacto   Ao mesmo tempo que te amo Passas a ser O meu ódio predileto. Causas-me dor, Conhecer-te azucrina meu ser Mas sem este sofrer eu não vivo. A dor que tu me causas Fere meu peito Mas, eu resisto. […]

Compacto



Este mais recente livro, AMAR_GO, originalmente editado pela Multipress é agora vendido de forma INDEPENDENTE, e custa apenas R$. 28,00,  podendo ser parcelado no cartão, de forma segura no link abaixo. AMAZON: https://www.amazon.com.br/Amargo-Danton-Medrado/ O livro, de 90 páginas, contém contos e […]

AmarGo – Contos e crônicas


Primeiro de Maio é Anarquista   Antes de mais nada, precisamos nos lembrar que’ O Primeiro de Maio’ é o Dia do Trabalhador, um dia de luta e de protestos, e não uma festa, como descaradamente propagam os sindicatos oficiais. […]

Primeiro de Maio é Anarquista


Pintura Íntima Vilma   Tu és a incomum realidade Que me invade de surpresa, Contrapondo-se a virtualidade Estás em minha mente presa. Tu és o incontrolável desejo Prisão que se faz amena, A perfeição poética que almejo De beleza e […]

Pintura Íntima