Filho Danton Medrado

Feliz Aniversário, Lee!


Feliz Aniversário, Lee!

 

Há 12 anos nascia meu primeiro filho, e por incrível que pareça, eu nasci junto com ele.

Eu explico, é que antes dele, tudo era vago e desprovido de propósito, eu era uma existência cinza, desbotada… Eu era um filho, e filho todo mundo é.

Vocês já devem ter reparado que falo muito em perpetuação, e não é pra menos, venho de uma família tradicionalmente paternalista, onde sou o único varão, e assim sendo, a perpetuação da estirpe e do nome ficaram sob a minha responsabilidade, (claro que isso na visão paternalista ou machista como preferem alguns).

Quando então o meu filho nasceu, apresentei-o a todos com o nome de Lee, o esplendor dos Medrados e dedico desde então todos os dias de minha vida a ele.

Não deixei lhe faltar nada do que tive quando criança: presença dos pais, amor, dedicação, cuidados, diversão etc. e ainda pude contar com toda a compreensão e cumplicidade por parte da mãe dele, (a leoa), que merece um capítulo à parte.

O magrelinho nasceu num dia em que eu ensaiava ir ao estádio, (fiquei só na intenção) e ele nasceu após a vitória do Flamengo, e a primeira roupa que vestiu foi justamente o Manto Sagrado, pra desespero da enfermeira.

Admito que essa coisa  do amor ao Mengão foi coisa minha, reconheço! Mas pôh!, esse tal de “rock and roll” e a preguiça, ele pegou por conta própria, sem essa de me apontar.

Hoje sou pai, como meu pai o é, e me sinto completo sabendo que já plantei árvores, escrevi livros e pude viver tudo isso. Sou de fato privilegiado.

Este é apenas para parabenizar o meu filho Lee, não apenas pelo seu aniversário, mas também por ter dado vida ao pai.