Proseado


CARRANCA   Eu observava o centro de São Paulo da janela do hotel, ainda desorientado, sem saber bem o que estava acontecendo. O dinheiro não daria para me manter hospedado por muito tempo. De cima, observava sob meus pés uma […]

Carranca


Quando minha filha saiu de casa   Acreditem vocês, minha filha resolveu sair de casa, e apenas pouco mais de vinte e quatro anos após ter chegado. E assim, sem mais nem menos. Sem me preparar; sem me consultar… Simplesmente […]

Quando minha filha saiu de casa


QUEIMANDO TUDO ATÉ A ÚLTIMA PONTA Para os Iir.´. Cyrano Rezende, Daniel Carvalho e Sílvio Labate. Eu nem considero fevereiro um mês. Fevereiro pra mim é só um contratempo entre janeiro e março. Tudo bem que para alguns, fevereiro é […]

Queimando tudo até a última ponta



Coisas de criança Para Vilma M. Silva   Já me acostumei com o fato de ter perdido o meu nome… ah, que besteira, é só um nome, e nome as vezes é complicado mesmo… vai-se o nome fica a identidade. […]

Coisas de Crianças



Maio  Para Dona Neguinha. e todas as mães e mulheres que acreditam que podem fazer a diferença.             Chegamos em maio, dizem que é um mês feminino… fortuitamente o ano se aproxima do meio e eu permaneço em meio à […]

Maio



Conto sobre abandono de idoso
ONDE ESTARÃO OS MEUS? Aos pais órfãos de filhos Segunda-feira de manhã Acordei sem muito ânimo hoje, alguém me lembra que o café está na mesa e que é melhor não me demorar. Arrumo o pijama, ele tornou-se roupa oficial, […]

Onde Estarão os Meus?


Cá estou novamente, agora para escrever sobre a curiosa leitura do seu livro. Como se sabe, não sou crítico. O papel que me coube aqui foi outro, o de agradecer-lhe pela afável referência ao amigo e admirador. Um ótimo domingo […]

O amargo papel do crítico


JÁ É ANO NOVO DE NOVO? Danton Medrado   ‘Tô’ pra ver coisa mais apressada do que este tal de calendário, até parece que o mesmo vive de tempo, que por sua vez se alimenta de vida, que se nutre […]

Já é Ano Novo, de novo?



Dance of days
A DANÇA DOS DIAS  – The Dance of Days   Os dias dançam ininterruptamente há 15 anos, e embalam uma multidão de jovens que fazem valer esses dias com a vontade de quem se solta para a liberdade. Sim, os […]

A Dança dos Dias


Formação de Professores numa Perspectiva Anarquista   A escola como a conhecemos hoje, pouco se diferencia daquela de há 100 anos, principalmente no que diz respeito a seus objetivos, estes, alcançados sob a imposição da tirania e da superstição e […]

Formação de Professores numa Perspectiva Anarquista


Educação Libertária não é utopia Danton Medrado   A educação é fundamental para a formação do sujeito social, este é um princípio básico e indiscutível. Imprescindível para que o indivíduo tenha um entendimento crítico do seu papel em sociedade, de […]

Educação Libertária não é utopia



Este mais recente livro, AMAR_GO, originalmente editado pela Multipress é agora vendido de forma INDEPENDENTE, e custa apenas R$. 28,00,  podendo ser parcelado no cartão, de forma segura no link abaixo. AMAZON: https://www.amazon.com.br/Amargo-Danton-Medrado/ O livro, de 90 páginas, contém contos e […]

AmarGo – Contos e crônicas


Primeiro de Maio é Anarquista   Antes de mais nada, precisamos nos lembrar que’ O Primeiro de Maio’ é o Dia do Trabalhador, um dia de luta e de protestos, e não uma festa, como descaradamente propagam os sindicatos oficiais. […]

Primeiro de Maio é Anarquista


Beijo Grátis   Nesse carnaval pude ver o quanto os foliões são por demais criativos. Imagine vocês que numa cidadezinha do interior de São Paulo, os jovens inventaram uma maneira de “molhar o beiço” criando o “beijo grátis”, isso mesmo, […]

Beijo Grátis



morena do café Medrado
 A Morena do café   Que trânsito é esse? Pensei comigo, que quinta-feira insana e desproposital! vou parar pra tomar um café e atrasar minha chegada em casa, afinal, atrasaria de qualquer forma. Sigo em direção à Lopes Pena, lá […]

A Morena do café


Filho Danton Medrado
Feliz Aniversário, Lee!   Há 12 anos nascia meu primeiro filho, e por incrível que pareça, eu nasci junto com ele. Eu explico, é que antes dele, tudo era vago e desprovido de propósito, eu era uma existência cinza, desbotada… […]

Feliz Aniversário, Lee!


Êh meu pai, olha seu filho meu pai! ...Se eu me sentir sozinho, ou sair do caminho e a dor vier de noite me assustar, êh meu pai, olha seu filho meu pai. (Raul Seixas).   Meu pai, quando tempo […]

Êh meu pai, olha seu filho meu pai